09 June 2010

A taxa triplica dos estádios. Pensa nisso quando olhando a Copa.

O cidadão paga três vezes para suportar estádios construídos com dinheiro publico.

Na primeira estância, a cidade inteira paga e sofre, desviando dinheiro para sua construção. O que vai aos estádios não vai às escolas, saúde, meio-ambiente, transporte público.  No caso da Copa do Mundo 2010, além de R$3,9 bilhões em nove cidades foram tirados. No caso da Copa do Mundo do 2014, o custo antes de começar as obras é além de R$6 bilhões. Se o orçamento quadriplicar (como o Pan 2007), seriam R$24 bilhões. Ou seja, R$2 bilhões por estádio.

Na segunda instância, @ torcedor@  precisará pagar custos elevados para assistir os jogos. A entrada do Brasileirão 2015 terá que atingir RS$40, e temos que lotar as arquibancadas. O publico médio de Brasileirão 2009 foi 17.601. A meio entrada por um jogo bonito no Maracanã, Junho 2010, foi R$19.  Então, de onde vem mais 17.000 fãs dispostos pagar o dobro para tornar o projeto viável? É uma divida prevista. Essa situação já se espalhou na África do Sul.

Na terceira instância, o dono do estádio precisa pagar os custos de manutenção. Se um órgão publica for o dono, o povo pagará. No caso de Engenhão, a manutenção é R$450.000 por mês. O Botafogo tem que assumir essa carga de aqui há dois anos, quando a garantia expirasse. O clube Glorioso sobreviveria sem ajuda pública? As cidades da África do Sul não terão como manter esses estádios gigantescos e custosos. No Portugal estão falando já em demolir alguns estádios da Eurocopa 2004.

A cidade também sofre dos impactos urbanísticos e ambientais. O discurso de sustentabilidade, construção verde, e tal, não servem para nada se os espaços e o entorno dos estádios não se inter-relacionam com a cidade. E como é possível melhor o meio-ambiente quando você está aumentando consumo? O caso de Johanesburgo mostra que até as novas linhas de transporte estão causando muitos mais problemas que estão solucionando. O seja, a solução é pelo curto prazo (e para a dona da festa), os problemas sempre estarão.

Os casos de estádios desastrosos não faltam. Montreal, Wembeley, Atenas, Vancouver,  o Ninho do Pássaro, o Pan.  O que é surpreendente é que continuamos construindo-os do mesmo jeito. Se valesse o investimento, em concordância com lógica econômica, o capital (cada vez mais livre) teria chegado já.  Mas esse não aconteceu na África do Sul, nem aconteceria no Brasil. Os estádios deles estão prontos, vamos lá.

De um ponto frio, os dez estádios são bonitãos, de alta qualidade. Pode passar horas investigando a arquitetura, técnicas, materiais, mão de obra. As tecnologias de iluminação, produção, transmissão são fascinantes e quase inacreditáveis. Posso receber um vídeo de um gol feito por um Norte Koreano em África do Sul no meu celular no Rio de Janeiro, menos de um segundo depois de acontecer. É.

O estádio é obra da arte, teatro, cenário, lugar de encontro, palco da festa, face da nação.  Produz, reflete, e transforma a sociedade. Se não pensasse nos problemas, se você acredita, se você já esta salvado das necessidades cotidianas humanas, pode ate se ajoelhar e rezar na direção dos estádios da Copa. O Kaká, o seu Coca Cola, o seu Nike, o seu CBF, e a puta que te pariu estão lá liderando o choro. Mas também está lá seu Zé Ninguém Vuvuzela quem trabalhou no estádio e tem orgulho no seu produto. Também estão o pai, a mae, o filho, a filha, o primo, a vovozinha, e o povo africano (com certas limitações, obvio).  A Copa vai deixar muito além de que podemos imaginar. Mas é verdade que os donos da bola, os donos de tudo, arrumaram uma festa de tamanho global com o dinheiro de povo. Sua festa muda de lugar cada quatro em quatro anos, e o dinheiro sempre vai à mesma direção, mas as memórias da Copa são de todos nos. Estar lá será um privilégio.  

Enquanto eu sempre falo sobre o lado negativo de tudo que vejo no mundo esportivo (é porque não), eu gostaria ir a Copa, ir aos estádios. Gostaria saber o volume, a textura, o efeito na paisagem desses estádios. Eu gostaria ver, ao vivo, os maiores craques do mundo jogando para entrar na historia, na memória global. Eu gostaria encontrar com gente de tudo o mundo, conhecer África da Sul, os sul-africanos.O futebol é emocionante, é coletividade, é representação, é encontro, é o mundo.

A Copa faz das tripas coração. Dá para se perder num jogo de futebol.  Dá para se emocionar, chorar, gritar, sacanear, festejar, deprimir, ficar fora de lugar e tempo. Dá para ver todos os jogos da Copa. Dá para fazer porra nenhuma por um mês. Mas é preciso entender que é a Copa é muito além do o que acontece durante 90 minutos de espetáculo televisual.  

No comments:

Labels

2014 World Cup Rio de Janeiro Maracanã FIFA 2016 Olympics 2016 Summer Olympics Eduardo Paes CBF Copa do Mundo 2014 Rio de Janeiro Olympics Ricardo Texeira World Cup 2014 Vasco da Gama 2010 World Cup White Elephants mega-events APO UPP BRT Brazil football Flamengo Lula Orlando Silva violence ANT Aldeia Maracana Carlos Nuzman Dilma Eike Batista Rio 2016 Sergio Cabral 2007 Pan American Games Campeonato Carioca Corruption IOC Jerome Valcke Novo Maracanã stadiums BOPE BRASIL 2016 Brasil 2014 Engenhao Joao Havelange Maracana Policia Militar Vila Autódromo Aldo Rebelo Botafogo Henrique Meirelles Medida Provisoria Metro Revolta do Vinagre Sao Paulo Sepp Blatter World Cup 2010 forced removal Carnaval Elefantes Brancos Fechadao Marcia Lins Minerao Morumbi Odebrecht Porto Maravilha Rio+20 Romario Security Walls South Africa South Africa 2010 TCU Transoeste protests public money public transportation slavery transparency x-Maracana Andrew Jennings Argentina Audiencia Publica Barcelona Brazil Carvalho Hosken Comitê Popular Confederatons Cup Copa do Brasil 2010 Cost overruns Crisis of Capital Accumulation EMOP FERJ Favela do Metro Fluminense Fluminese Fonte Novo IMX Jose Marin Leonel Messi London 2012 Marcelo Freixo Maré Museu do Indio Olympic Delivery Authority Perimetral Rocinha Soccerex Transcarioca bicycles consumer society debt idiocy militarization transportation 1995 Rugby World Cup 2004 Olympics 2015 Copa America Banco Imobiliario Barcas SA Belo Horizonte Bom Senso F.C. Brasilerao CDURP CONMEBOL Champions League. Mourinho Complexo do Alemão Copa Libertadores Cupula dos Povos ESPN England FiFA Fan Fest Istanbul 2020 Jogos Militares John Carioca Kaka Manaus McDonald's Obama Olympic Village PPP Paralympics Providencia Recife Russia Salvador Soccer City Taksim Square Tatu-bola Urban Social Forum Vidigal Vila Olimpica War World Cup Xaracana attendance figures cities corrupcao drugs estadios football frangueiro futebol mafia planejamento urbano police repression porn privitization reforms shock doctrine taxes 201 2010 Elections 2010 Vancouver Olypmics 2013 2018 World Cup 2030 Argentina / Uruguay ABRAJI AGENCO ANPUR ANT-SP Amazonia Ancelmo Gois Andrade Gutierrez Anthony Garotinho Arena Amazonia Arena Pernambucana Athens Atlético Paranaense Avenida das Americas BID Barra de Tijuca Blatter Brasil x Cote d'Iviore Brasileirão 2013 Brasilia Brasilierao Bruno Souza Bus fares COB COI COMLURB CPI CPO Cabral Caixa Economica Canal do Anil Cantagalo Celio de Barros Cesar Maia Chapeu Mangueira Chile 2015 Choque do Ordem Cidade da Copa Class One Powerboat Racing Clint Dempsey Comite Companhia das Docas Copa do Brasil Corinthians Cuiabá Curitiba Dave Zrin David Harvey Der Spiegel Eastwood Edge of Sports Escola Friendenrich Expo Estadio Expo Urbano FGV Fonte Nova Gamboa Garotinho Geostadia Ghana Globo Greek Debt Crisis Greek Olympics HBO Hipoptopoma IMG IPHAN ISL Iniesta Internatinal Football Arena Invictus Istanbul Itaquerao Jacque Rogge Jefferson John Coates Jose Beltrame Julio Grondona Julio Lopes Julio de Lamare Knights Templar Korea Lei Geral da Copa MAR MEX Manchester United Mangabeira Unger Maracanã. Soccerex Marina da Gloria Mexico Milton Santos Molotov Cocktail Mr.Balls Neymar Nicholas Leoz Nilton Santos Olympic Flag Olympic Park Project Oscar Niemeyer Pacaembu Pan American Games Parque Olimpico Pernambuco Plano Popular Plano Popular do Maracana Plano Popular do Maracanã Play the Game Pope Porto Alegre Porto Olimpico Porto Seguro Portuguesa Praca Tiradentes Preview Projeto Morrinho Putin Qatar Quatar 2022 RSA Realengo Regis Fichtner Roberto Dinamite Russia 2018 SETRANS SMH Santa Teresa Santos Sao Raimundo Sargento Pepper Security Cameras Smart City Sochi 2014 South Korea Stormtroopers São Januário São Paulo Teargas Templars Tokyo 2020 Tropa do Elite II Turkey UFRJ/IPPUR URU USA USA! Unidos da Tijuca United States government Urban Age Conference VVIP Via Binário Victory Team Vila Autodromo Vila Cruzeiro Vila do Pan Vilvadao Vivaldao Volta Alice Wasteland Workers' Party World Cup 2018 Xavi Zurich apartments atrazos barrier beer bio-fuels bonde capacities civil society comite popular copa sudamericana crack crime dengue dictatorship estádios favelalógica feira livre fiador flooding freedom of information furos geral graffiti guarda municipal host city agreement identity infrastructure ipanema istoe labor rape riots schedule school shooting security segregation social movements stadium state of exception supervia tear gas ticket prices torcidas organizadas tourism traffic tragedy trash trem-bala velodromo wikileaks xingar